Tudo o que você precisa aprender sobre Performance Web

A internet possibilita hoje que você consiga facilmente colocar um site online para divulgar seu conteúdo, produto ou serviço para um gigantesco número de pessoas. No entanto, da mesma forma que você, seu concorrente também possui esta mesma facilidade. Dessa forma, quando um internauta chega ao seu site, você tem poucos segundos para convencê-lo a permanecer ali, pois ele está a um clique de distância do seu concorrente.

Introdução a Performance Web

Embora a velocidade de conexão de internet tenha melhorado muito nos últimos anos, pesquisas já comprovaram que internautas estão cada vez mais impacientes e não esperam mais do que alguns segundos para que uma página carregue. Sendo assim, profissionais da área de desenvolvimento web estão desenvolvendo cada vez mais tecnologias para otimizar a velocidade de carregamento de um site, área essa conhecida também como Performance Web.

Performance Web refere-se à velocidade em que uma página web é baixada e exibida no navegador.

Diante de uma internet tão exigente e competitiva, desenvolver um site com boa Performance Web é um grande desafio para os desenvolvedores. E dedicar esforços neste aspecto do desenvolvimento é importante por várias razões, e gostaria de citar rapidamente algumas delas.

performance web

Por que investir em Performance Web

1 – Desde 2010 que o Google leva em consideração a velocidade de carregamento de um site para classificá-lo em seu PageRank. Sendo assim, você pode perder algumas posições nos resultados de buscas orgânicas caso o seu site seja lento.

2 – Para a Amazon – uma das maiores empresas de comércio eletrônico do mundo – apenas 1 segundo a mais no carregamento da página custa 1.6 bilhão de dólares por ano (fonte: clique aqui). Sei que é um exemplo bem distante da realidade da maioria de nós desenvolvedores web, mas esta pesquisa mostra a relação direta entre resultado financeiro e performance web, e isso com certeza não pode ser ignorado.

3 – Pesquisas especializadas revelam a impaciência dos internautas (fonte: clique aqui). Por exemplo, uma em cada quatro pessoas desistem de um site se uma página leva mais do que 4 segundos para ser carregada. Por isso, é imprescindível dar ao seu internauta uma boa experiência de navegação. E volto a repetir: ele está a um clique de distância do seu concorrente.

Tendo em vista a importância de desenvolver sites com uma boa Performance Web, esta série de artigos possui como objetivo compartilhar o que venho aprendendo e testando sobre o assunto nos últimos meses. Obviamente que não pretendo esgotar aqui o assunto, mas acredito que esta série de artigos da forma como está sendo escrita e publicada gratuitamente, cobrirá uma lacuna que senti quando comecei a pesquisar mais sobre o tema na internet.

Qualquer pessoa pode interessar-se por este assunto, mas para melhor aproveitamento é importante que você entenda razoavelmente bem sobre desenvolvimento web, pois aqui abordarei apenas o melhoramento de performance, ou seja, sobre a velocidade de carregamento de um site. Caso então você seja um iniciante e queira aprender primeiramente o básico, recomendo que leia os artigos da série Curso de HTML e Curso de CSS publicados gratuitamente aqui mesmo neste site.



Possuindo os conhecimentos básicos sobre desenvolvimento web e interesse pela área de Performance Web, nesta série de artigos você aprenderá a medir o desempenho do seu site e descobrir quais fatores estão deixando-o lento.

Através de ferramentas de análise de desempenho você identificará os pontos críticos e, com a ajuda delas, poderá corrigir essas “falhas” para melhorar não somente a velocidade de carregamento, mas também a experiência de navegação do usuário.

Para melhor compreensão e entendimento na aplicação das técnicas de otimização, utilizarei um mesmo site como exemplo (http://etecitapira.com.br) em todos os artigos desta série. Sendo assim, vamos juntos identificar os problemas que estão causando lentidão e aplicar as técnicas de otimização, verificando em seguida os impactos de cada técnica na performance web do site.

Nesta série de artigos você vai aprender sobre:

Ao longo de toda esta série apresentarei diversas estratégias e técnicas que utilizo em meus sites para melhorar a performance web deles. Contudo, não posso garantir que essas mesmas técnicas sejam eficientes em outros projetos. Além disso, a aplicação de tais técnicas envolve configurações que se não realizadas da forma correta podem danificar o funcionamento do seu site. Por essa razão, não me responsabilizo por quaisquer eventuais danos causados pelo conteúdo aqui descrito, e recomendo que você implemente as técnicas apenas se sentir-se seguro em realizar os procedimentos.

Estando de acordo com estes termos acima, gostaria de finalizar este primeiro artigo dizendo que todo este conteúdo foi produzido com muito empenho, dedicação e carinho para que você possa aprender sobre o assunto e aproveitar o máximo possível. Espero ter a sua companhia até o fim dessa série e, caso tenha alguma sugestão, ficaria muito satisfeito se você enviasse uma mensagem através do formulário de contato (Clique aqui para enviar uma mensagem).

Espero você no próximo artigo. See you…

Continue lendo esta série no artigo PageSpeed Insights – Ferramenta de análise de Performance Web